RECEBA AS NOVIDADES DO BLOG EM PRIMEIRA MÃO!

terça-feira, 5 de maio de 2015

Uma moto BMW de 300cc - Jogada de Mestre ou Tiro no Pé?

Para quem está por dentro do mundo das motos, já não é mais novidade: a BMW Motorrad irá lançar em breve no mercado uma moto de 300cc, contrariando todo um histórico anterior, onde sempre primou por motos de alta cilindrada, não tendo nada com menos de 650cc, como a G650GS.



Em princípio, só o que se tem notícias até o momento é da parceria firmada pela BMW com a marca indiana TVS, esta um tanto desconhecida - se não por completo - de nós brasileiros. 

Fato inegável é que a BMW Motorrad ingressa agora na categoria de motos abaixo de 500 cilindradas, o que é visto de saída com maus olhos por muitos adoradores da marca, acostumados com motos "Premium" altamente valorizadas, já que a marca sempre foi sinônimo de status e, portanto, de motos bastante caras. Não faltam nem os mais radicais que digam que vão abandonar a marca por conta desta decisão.

Claro, que o fato de estar sendo lançada inicialmente com e na parceria indiana, não quer dizer - muito pelo contrário - que não virá, ou que virá, para o mercado brasileiro, sempre ávido por novidades, sobretudo no que tange ao nichos de motos de baixa cilindrada, onde até o momento a Honda reina absoluta, com pouca expressividade da Yamaha e praticamente nenhuma por parte das outras marcas que teimam em oferecer motos concorrentes.    

Claro, que o fato de ser uma moto de apenas 300 cilindradas pode ser um "tiro no pé" para a BMW, que sempre primou por produtos e pelo segmento premium, com, naturalmente, clientes exigentes que tem capital suficiente para pagarem por exclusividade. 

Claro, que o fato de estarmos vivendo numa crise global em termos de economia, faz com que as empresas que queiram sobreviver tenham de ser "criativas", ainda que essa criatividade possa ser um tanto temerária se não dosada convenientemente, sendo então a continuidade da firma em tempos tão difíceis verdadeira jogada de mestre, digna dos melhores enxadristas, onde todos os movimentos devem ser friamente pensados e estudados, sob pena de xeque-mate. 

Claro, que olhando só pelo lado do consumidor, em tese concorrência é concorrência!



Mas depende sempre - e isso alguns não enxergam - de que lado você está ou que lado quer ficar, se quer seguir em frente ou dar as costas aos acontecimentos reais que aí estão e são inegáveis...

É bom? É ruim? 

Talvez só o futuro dirá. Porque o presente...

Até breve!

 



Aluguel de motos BMW GS e Tours pelo Mercosul, Portugal e Estados Unidos. 
Para maiores informações consulte-nos pelo e-mail aek@aekmotos.com

2 comentários:

  1. Discordo plenamente. É muito BOM!

    Se fosse assim a Kawazaki não entraria para o mundo das 250cc e Hoje com à Ninja 300cc. e com sua atual H2 a top das Tops

    Em mercados emergentes onde comprar uma Moto alta cilindrada é impossível, uma 300cc deixa uma boa parte acessível e também no reconhecimento da Marca.

    Na Moto a BMW pode fazer muito mais que nos Carros, captando novo clientes com uma renda mais baixa.

    As motos de valor mais alto, irá ser Premium, e uma moto 300cc ou mais pode angariar novos clientes para motos Premium.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ale, não há do que discordar. Em momento algum foi dito na matéria que era algo bom ou ruim. Este ponto de vista é de cada consumidor. Abraços!

      Excluir