RECEBA AS NOVIDADES DO BLOG EM PRIMEIRA MÃO!

domingo, 6 de agosto de 2017

BMW G310R finalmente no Brasil! Vale a pena?

Depois de muita espera, a BMW G310R, finalmente, chega ao Brasil, para ser usada no dia-a-dia, marcada de saída pelo seu monocilíndro, que de cara encanta a muitos, sobretudo aqueles ávidos por uma boa moto econômica e disposta a tudo. 



Inegavelmente bonita, difere bastante de outras motos já existentes no mercado, tendo um valor justo para a cilindrada que apresenta, ainda mais por ser de marca Premium, que por si só já vende. 

Leve, com apenas 159kg em ordem de marcha, é bastante maleável, apta às ruas da cidade, e encara trajetos curtos de estradas sem maiores problemas, quando não se exige maiores velocidades. 

Claro que, como toda monocilíndrica, pode fazer falta um motor mais agressivo para aqueles pilotos acostumados com motos de grandes cilindradas e vários pistões, ainda mais quando utilizada na estrada por longos trajetos. O que parece não ser exatamente a "praia" deste modelo, ao contrário de suas irmãs um pouco maiores como a F800GS, F800R ou mesmo uma S1000R, o que, por óbvio, é comparação que nem deve ser feita. 

O fato é que a G310R proporciona exatamente o que interessa. Nem mais, nem menos. Boa velocidade de cruzeiro, assento ótimo para o tamanho e comandos sempre à mão. Uma moto ideal para quem não tem grade estatura, o que deve agradar bastante ao público feminino e aos pilotos de pernas não muito compridas. Se vira muito bem no trânsito urbano, e dá a franca impressão de que se está a pilotar uma "125" qualquer, mas com muito mais arrancada e força para deixar para trás todos os carro e motos quando o sinal abre. 

Notavelmente bonita, lembra um pouco motos maiores como a "batida" Hornet da Honda. Já se sabe que no mundo das motos tudo se transforma, e no caso das motos da BMW sempre para melhor. A fórmula que funciona jamais deve ser radicalmente mudada! 

Traseira levemente elevada, remete às motos esportivas, complementada pelos plásticos da lateral com linhas que dão a impressão de movimento e também de cortar o ar. Ângulo de cáster curto, é garantia de alta manobrabilidade. 

O centro de gravidade foi jogado bem para o meio das duas rodas da moto, favorecendo ainda mais a agilidade. E a segurança se complementa com ABS e freios excelentes, sendo o disco de 300mm de diâmetro, calçado por 4 potentes pistões, mais do que suficientes para parar a máquina em curto espaço, principalmente quando o piloto sabe utilizar também do freio traseiro à disco (240mm de diâmetro), desta feita mordido por dois pistões contrapostos.

Por fim, um painel de LCD com todas as informações necessárias complementa com maestria a BMW G310R, que instiga o piloto a acelerar só para ver os números mudarem rapidamente. Alguns mais saudosistas podem até estranhar, de saída, a falta do tacômetro analógico, o que logo se esquece nos primeiros quilômetros, já que a linha de rotações está bastante visível, além do próprio motor já dar o tom de a quantas anda, como todo monocilíndrico com sua vibração característica, que faz bons pilotos saberem exatamente a hora de trocar de marcha para fazer a mesma rodar redonda. 

Ainda não tivemos oportunidade de conferir dados como a autonomia da moto, mas pelo que ela propõe, certamente deve fazer algo entre 25 e 30km/litro, a depender da tocada do piloto. O que com seu tanque de 11 litros a leva a uma autonomia de mais de 300Km, excelente!

Enfim, para quem quer pagar preço justo e ter uma moto para o dia-a-dia e viagens curtas, ainda não foi criada moto melhor. Não temos dúvida alguma que a G310R veio para incomodar as concorrentes e surpreender. E muito!!!



Preço? Cerca de R$ 21.900,00. Simplesmente um preço justo. 

E você? Vai de BMW G310R?

Nós vamos!!!


Crédito das fotos:
Google Images - BMW Motorrad



Aluguéis de motos BMW's e Harley's no Brasil e no mundo
Tour pela Route 66 e outros roteiros
Tours autoguiados
Aniversário de 115 anos da Harley Davidson