RECEBA AS NOVIDADES DO BLOG EM PRIMEIRA MÃO!

quinta-feira, 3 de julho de 2014

A que valores vem as R1200GS "nacionalizadas". Mas... Será que vem?

Hoje recebi informativo de grande concessionária, pela enésima vez, anunciando promoções nas BMW GS's. G650GS, F800GS e R1200GS, por preços, à primeira vista, bem atrativos...

O que me levou a pensar sobre o que está acontecendo e sobre os "boatos" (???) em torno da "nacionalização" das R1200GS pela montagem delas aqui via "CKD", pela Dafra novamente.

Consulta daqui, consulta dali, alguns amigos mais "internalizados" quanto aos assuntos da BMW, fato é que ainda existe quem dentro da própria BMW continue jurando de pé junto que a nacionalização é mero boato e que internamente não há nada "oficial" ainda
Então tá, né!? Mas vamos aos fatos? 

Primeiramente, observar que qualquer moto que vai "nacionalizar", cai de preço alguns meses antes. Quem já não viu isso? Tal prática serve para o que chamo de "desova de estoque", o que ocorre em dois momentos específicos

Um, anualmente, nos finais e começo de ano, para zerar as de fabricação de ano anterior. Assim, lá por dezembro desse ano, apesar de que já teremos as modelos 2015 à disposição, com suas novas cores (para BMW's sempre algo girando em torno do cinza, vermelho, azul, verde-que-parece-marrom-ou-vice-versa, branco, preto, talvez um amarelo-cor-areia-lunar-ou-outro-nome-legal, etc.), se extendendo até janeiro ou fevereiro, ou, melhor, enquanto durar o estoque das antigas, com "chamadinhas" volta e meia para não dar na telha.

Dois, mais raro e sendo o que por hora nos interessa a todos, quando ocorre a chamada "nacionalização", o que geralmente é momento único. Depois de um tempo há uma equalização e tudo fica igual, ou mais caro, ou mais barato, dependendo de uma série de fatores que nem sempre segue a lógica de mercado preço versus procura.
 
É o que está acontecendo agora com as GS, sobretudo R1200GS. Basta puxar um pouco da memória e relembrar fatos recentes com as big trails da Triumph e Yamaha, que gerou choro e ranger de dentes por parte daqueles que compraram antes da queda descomunal no valores destas.

Por sua vez, as F800GS cairam de preço simplesmente por conta da concorrência, para bater com a Triumph Tiger 800. Estranha-se que, apesar disso, para todos os efeitos o valor de tabela da F800GS continue nos mesmos R$ 43.350,00, enquanto a grande maioria esmagadora das concessionárias às oferecem a R$ 39.900,00.  

Já a R1200GS, em seu "pacote de entrada" (Sport), vem em R$ 65.500,00 (lembrando o valor de tabela em R$ 74.700,00, inamovível!), no intermediário (Sport Plus) em R$ 68.900,00 (tabela em R$ 78.300,00) e no top de linha (Premium) em R$ 75.900,00 (tabela em R$ 85.3000,00). Portanto, para fins de "arredondamento", considerar uma diferença de R$ 10.000,00 em relação a tabela. 

E "nacionalizando"? Cai mais quanto?

Pouco... Pelo andar da carruagem, como as melancias já vão se ajeitando com antecedência, não considerar nada mais de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00, o que torna então os valores finalmente bastante atrativos e em consonância com a concorrência. Ou não, já que, quem conhece, sabe que as BMW sempre tem um algo a mais, seja em termos de tecnologia, seja em termos - simplesmente - de apaixonados pela marca, havendo alguns que chamem isso apenas de "status". 

Ou falso status, ou como bem queira chamar, sendo inegável - ao menos para quem sabe reconhecer diferenças desapaixonadamente - que a BMW (apesar de todos recalls, o que já foi matéria no post anterior) foi, é e sempre vai ser BMW.  

Teremos assim a R1200GS em - fazendo força agora! - R$ 60.500,00, R$ 63.900,00 e R$ 70.900,00 (pacotes Sport, Sport Plus e Premium, respectivamente). Tudo valores aproximados, logicamente. Um pouco mais, um pouco menos. E a Adventure? Bem... A Adventure, s.m.j., não é prá agora. Só lá por 2016, 2017, com sorte. Ao menos é o que tenho especulado, sendo isso, claro, mais uma vez mera especulação. 

A F800GS ficará nos seus R$ 39.900,00, mais cedo ou mais tarde, havendo a alteração no valor de tabela. Quando? Vai saber!!!

Repito: especulação minha, e nada mais além disso. Não garanto nada, não sei nada. Até porque, se chegasse ao ponto de realmente saber, com certeza a BMW teria me feito assinar um termo de sigilo. Como deve ocorrer com todas as concessionárias...  

Tudo muito bom, tudo muito bem. Mas... Essa tal de nacionalização vem mesmo? 




Bom. Aí é a verdade que cada um quiser. Sempre digo que a verdade é aquilo no que você quer acreditar. Claro, existe a verdade, a sua verdade, a minha verdade. E existe a verdade verdadeira... De verdade, falam agora para agosto, outros para setembro ou novembro, mas todos que dizem ser verdade afirmam categoricamente que é para este ano ainda. 

Há ainda boatos - estes não se sabe se fundados - de que a G650GS será descontinuada (e por isso a queda de preços!), entrando no lugar a F700GS (idêntica a F800GS), só que com motor "amansado" e bengalas normais (não invertidas). Verdade? De tudo, o que qualquer um percebeu é que a Sertão não colou, e que a F800GS vem vendendo tanto ou mais do que a G650GS, apesar da diferença grande no preço, o que forçou a trazer ela para R$ 28.000,00 (e a tabela ainda nos R$ 29.900,00). 

Agora, quanto a verdade verdadeira... Só a BMW mesmo sabe! E provavelmente a Dafra. E também quem assinou o contrato. E o tabelião que autenticou o contrato. E alguns advogados envolvidos no processo e na elaboração do contrato. E os montadores da Dafra que estão sendo treinados. Mas com absoluta CERTEZA mesmo, tem alguém que SEMPRE sabe! Quem? 

Ora... É evidente!


 A "Tia do Cafezinho"!

E você? Vai comprar a sua agora ou consultar antes a Tia do Cafezinho? 

Até breve!  


Crédito das fotos:
Google images 


 
Na A&K Motorcycle Rentals descontinuamos as locações da G650GS, seja por acreditarmos na descontinuidade no Brasil e/ou troca da mesma por outro modelo monocilíndrico, seja pela baixa procura pela G. Fizemos um "up grade" e contamos agora com as novas F800GS Adventure. Quanto a R1200GS, estamos aguardando a nacionalização, porque acreditamos na mesma.  





Não perca na próxima semana nosso próximo post, com um teste comparativo "real" entre a F800GS e a F800GS Adventure! O que uma tem que a outra não tem? Afinal, a F800GS Adventure vale a diferença de preço?  

2 comentários:

  1. Olá pessoal, gosto do motociclismo, não tenho a minha ainda mas estou entre as big trails ou touring. Aqui onde moro (Rondonia) as estradas não são como as do centro oeste para baixo, então tenho paixão pelos 2 segmentos mas não decidi ainda. Gostaria do seu fedback quanto ao conforto do garupa em viagens de longa distância, em que uma big trail, tipo BMW1200, com malas laterais e case?? Agradecido e estou seguindo o blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nery! A diferença das big trails para as tourings está justamente neste ponto: o conforto em estradas não tão boas... Por terem curso de suspensão mais longo, enfrentam bem melhor a buraqueira de nossas estradas. Quanto ao conforto para a garupa, 100%!, ainda mais se colocado um encosto almofadado no top case. Malas laterais geralmente com mais espaço do que nas tourings, outro ponto que elas sempre gostam! Boa sorte na sua escolha e boas estradas! Abraços! Flávio Diehl

      Excluir